(11) 2451-2456
/ 98740-5351
Serviços

Ferpisos Elevados

Surgidos na segunda metade do século 20, os pisos elevados foram conquistando espaço nos edifícios de escritórios à medida que cresciam o volume de instalações e a necessidade de flexibilização dos ambientes de trabalho. Atualmente, eles são considerados peças fundamentais em qualquer área operacional, embora seus benefícios sejam significativos até mesmo em espaços menores.

Entre os tipos de piso elevado têm idêntica função e seguem os mesmos princípios; a diferença está na modulação, na capacidade de carga concentrada ou distribuída e nas possibilidades de regulagem com alturas variando de 7 cm a 1,20 m, o que permite atender diferentes demandas de cabeamento ótico, de elétrica, telefonia, informática, ar condicionado, detectores de fumaça e tubulações hidráulicas, entre outras instalações.

“Uma central de processamento de dados exige vãos bem maiores que os de escritórios”.

Também pode servir a call centers, que costumam ter supervisores em posição mais elevada que a dos atendentes.

“Basta ter duas alturas de piso elevado para resolver esse problema”.

Independentemente do tipo escolhido. O piso elevado traz firmeza e estabilidade por essa razão, a superfície não pode balançar, desnivelar, nem fazer ruídos. A melhor forma de certificar-se quanto às condições de conforto oferecidas por um produto é testá-lo caminhando sobre ele. O insuflamento é feito por cima.

“Isso porque o ar sai em baixa velocidade e em temperaturas mais elevadas. Aquecido, ele sobe por convecção, tornando o ambiente mais confortável”.

Piso Elevado em Aço

Piso elevado em aço nas dimensões 600 x 600 x 30mm, formada por duas chapas de aço carbono, sendo uma lisa denominada tampo e a outra estampada com nervuras de alta resistência, para garantir total planicidade.

Os quatro cantos inferiores possuem repuxos conformados para apoio e encaixe nos pedestais, sem a necessidade de utilizar parafusos de fixação, resultando em uma estrutura com micro poros, proporcionando excelente resistência e perfeito desempenho acústico após unidas com pontos de solda as placas recebem tratamento anti-ferruginoso e pintura a base de tinta epóxi na cor cinza.

A resistência do piso sem longarinas á carga concentrada 488 kg m² e distribuída 1.283 kg/m². A resistência do piso com longarinas á carga concentrada 555 kg m² e distribuída 1.563 kg/m². A função dos pisos elevados é criar um canal para a passagem das instalações, proporcionando máxima flexibilidade no uso do espaço e fácil acesso à infra-estrutura instalada.

O revestimento escolhido deve preservar essas características. “As opções de revestimento são carpete, placas vinílicas ou laminado melamínico, emborrachados "dependendo da resistência e da qualidade do acabamento” desejados.

Estrutura de Sustentação

A Cruzeta é composta de aço carbono laminado a frio, estampada e repuxada para encaixe e travamento das placas sem o uso de parafuso para dar mais resistência e planicidade. A Base é composta de aço carbono laminado a frio, estampada com nervuras que garantem maior resistência a torções. O perímetro é fabricado em chapa de aço, sendo utilizado nos recortes para dar mais segurança ao piso elevado. A Longarina é composta em tubo de aço carbono com espessura de 1,2mm e o comprimento de 1180mm, garante o travamento do piso elevado. Para durabilidade é feito um tratamento antioxidante (fosfatização a base de ácido fosfático) e pintura eletrostática à pó.


Este site está protegido pela Lei de Direitos Autorais. (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.